Tudo que você precisa saber se você pretende adotar um cachorro

 

Não seria interessante poder conhecer a raça de seu futuro cachorro, qual a melhor ração para o porte de seu pet, aprender a cuidar e prevenir doenças comuns em cachorros ou como adestra-lo?

Não seria importante saber quais raças se adaptam melhor em apartamentos, casas ou condomínios, quais raças são melhor recomendados para crianças  e muito mais antes de adquirir um desses animaizinhos de estimação?

Saber disso, entre outras coisas, fará com que você faça a escolha correta na hora de adquirir seu querido cãozinho.

Se você pretende adquirir um cãozinho ou possui um, neste site você vai encontrar as respostas para essas dúvidas e muitas outras  informações necessárias e importantes que todos os proprietários de pet precisam saber.

 

Meu primeiro cãozinho de estimação.

Sabemos que no Brasil o cãozinho está no topo da lista por quem busca por animais de estimação. O problema é que assim como a busca por adoção de cachorrinhos é grande no Brasil, o número de abandono desse animalzinho também é.

Isso ocorre porque muitos se deixam levar pela emoção e não param para colocar os prós e os contras na mesa. Quando se pretende adotar qualquer tipo de animal de estimação é preciso ser realista e estar com os pés no chão.

É preciso entender que o cachorrinho é uma vida e como qualquer outra merece ser tratado com carinho e responsabilidade. Não podemos agir com irresponsabilidade e achar que estamos adquirindo algo descartável.

Por falta do básico em informação, muitos adquirem um pet e ao primeiro obstáculo abandonam o pobre animalzinho à própria sorte. Para evitar esse tipo de atitude, ao decidir que é hora de adotar um cãozinho, primeiro anote quais são as características desse animalzinho que você pretende encontrar.

Se você busca por um animalzinho de raça, então você precisa saber com antecedência se o cachorro que você pretende adotar é realmente de raça e não adotá-lo  para só depois descobrir. Uma das coisas que ocorre com muita frequência é que muitas pessoas se decepcionam tarde demais.

Por não procurar aprender com antecedência como saber se um cachorro é de raça, muitos acabam gastando um valor alto em um pet sem raça ou com raça diferente do pretendido pelo comprador e ao descobrir que não era o que pretendiam tentam se livrar do pobre animalzinho.

Por exemplo, muitas pessoas adotam cãezinhos de estimação e não procuram saber qual é o porte desse animalzinho quando for adulto.

Mais tarde descobrem que esse cãozinho é de porte grande então, por morar em apartamentos ou condomínios acabam tendo que passar o pobre animalzinho pra frente causando traumas desnecessários na família e no pobre animal. 

Por tanto, se você mora em apartamentos, busque cachorros recomendados para apartamentos pois eles se adaptam melhor em ambientes fechados e que exigem menos ar livre e passeios.

Ao procurar um cãozinho de estimação não atente apenas para a aparência física do cãozinho, há muito mais detalhes que precisam ser levados em consideração. 

Por exemplo, você precisa saber com antecedência se essa raça de cachorro se enquadra no perfil de sua família. 

O cãozinho é lindo mas ele se enquadra no perfil de sua família?

Muitas pessoas não sabem que existem raças de cachorro mais indicado para famílias, principalmente quando se tem crianças pequenas em casa. 

Por outro lado, existem muitas raças de cachorro que não devem ser adotadas por quem tem crianças pequenas por ser mais adequado para cuidar de chácaras e fazendas devido ao seu instinto.

Então, como você pode perceber, adotar ou comprar um cãozinho de estimação seja de raça ou não, não é uma tarefa simples pois estamos assumindo mais uma responsabilidade. 

O cachorro, independente da raça, tem suas necessidades como qualquer ser vivo. Ele precisa de alimentação, de atenção, carinho e cuidados pois também fica doente.

Dependendo da característica e da raça, teremos um pouco mais de trabalho, exemplo disso são os cachorros de porte grande. No entanto, se você tem informação, você conseguirá tomar decisões acertadas.

Ao buscarmos por um animalzinho, devemos a todo custo Evitar atitudes como a de muitas pessoas sem coração que adotam seus animaizinhos e quando se dão conta que isso lhes exigirá tempo, disposição e trabalho, simplesmente – os abandonam.

Julgam erroneamente que o inocente animalzinho não tem nenhum sentimento. Se você está aqui é porque quer começar da forma correta e isso mostra que você, diferente de muitos, sabe o que quer. 

Neste site você tem a oportunidade de conhecer com antecedência as principais características dos cachorros mais adquiridos e adotados no Brasil, pois assim como as pessoas não são todas iguais, os cachorros também não são.

Conhecer as características de seu futuro animalzinho de estimação é fundamental pois existem os cachorros que por natureza são mais protetores e por isso mais bravos, os mais calmos, os que gostam de correr e caçar os que preferem mais a tranquilidade e assim em diante.

 O mais importante é que tem cachorro para todos os perfis de pessoas. 

 Se você está disposto a adotar ou possuir um cãozinho que a princípio não se encaixa ao seu perfil, você pode com muita paciência, disposição e amor, respeitando o tempo do seu pet aprender a como adestrar seu cachorro e ensiná-lo.

 

Cachorro latindo, o que meu cãozinho quer me dizer?

O cachorro é um ser animal, porém, diferente do que muitos pensam, também tem sentimentos, sabe retribuir carinhos e nunca abandona seu amigo cuidador. 

Muitos responsáveis por cães de estimação acreditam que sua única responsabilidade é apenas alimentar e servir água ao seu animalzinho, não é.

Assim como fazemos com membros de nossa família, alimentar tão somente não é tudo, precisamos conhecer os sinais que os cãezinhos nos passam e analisar o que eles querem nos dizer.

É óbvio que o cachorro não fala, mas late. O cãozinho tenta se comunicar através de latidos, a nossa parte é procurar entender o que seu cãozinho está tentando dizer quando está latindo.

Se você alimenta seu cachorro, põe água, disponibiliza um local para dormir e mesmo assim seu cachorro não para de latir ou choromingar,  é sinal que seu cãozinho não está bem e seu latido não deve ser desprezado

Assim como nós, os cachorros também adoecem e saber lidar ou principalmente prevenir as principais doenças de cachorros pode ser muito útil na hora de procurarmos auxílio para o nosso animalzinho.

Muitas doenças que acometem os cães tem tratamento e muitas delas podem e devem ser prevenidas com vacinas para cachorros. Dentre as doenças que mais acomete os cães estão: a raiva canina, a cinomose canina, a parvovirose canina, a gripe canina, a dirofilariose e a doença de lyme.

 Conhecer melhor essas doenças que muitas vezes podem tirar a alegria de nosso amigo de estimação é primordial até porque muitas delas são fatais.

 Para se ter uma ideia, muitas doenças acabam sendo contraídas mesmo em um simples passeio devido a pragas.

Por isso, o mais recomendado é que quando você for passear com seu cachorro você utilize nele uma coleira anti carrapatos. Essa coleira tem como objetivo repelir essa pragas, se não possuir essa coleira, você deve ficar atento à proliferação dessas pragas em seu pet e procurar com urgência eliminá-las.

 Além disso, estando em casa ou no passeio, é preciso aprender a respeitar a idade de seu cãozinho. É importante que você procure saber como calcular a idade do seu cãozinho e respeitá-la. 

Na maioria das vezes, muitos responsáveis encontram -se confundidos e perdidos com a idade de seu pet.

Muitas pessoas tratam o cãozinho a vida toda como filhotes enquanto outros acreditam que já deveriam agir como adultos.  Não Queridos, não basta multiplicar a idade do cachorro por 7.

Isso é um mito e não uma verdade. Saber a idade real de seu cãozinho te ajudará a lidar com ele de maneira mais adequada a sua idade.

Por falta de conhecimento em relação a real idade de seu cãozinho muitos acabam alimentando o seu pet de forma inadequada. Não existe uma ração que seja “melhor” para todas as idade e tamanho de cachorro.

Existe sim a mais indicadas sempre levando em consideração o porte e a idade do cachorro e você precisa saber qual é a melhor ração para seu cachorro seguindo sempre a orientação de seu veterinário.

Isso porque a alimentação adequada é o elemento principal quando se fala em saúde de seu cãozinho, independente da faixa etária em que ele se encontre.

Quando essa observação não é negligenciada pelos responsáveis seja para que raça for, o proprietário deste cãozinho está assumindo um risco desnecessário que poderia facilmente ser evitado.

Mais tarde, o responsável por este cãozinho vai ter de gastar e muito com remédios e consultas em veterinários devido a falta de vitaminas ou má alimentação.

Muitos proprietários de animais de estimação acreditam que boa alimentação é simplesmente alimentar o cãozinho 3 ou 4 vezes por dia.

Isso é um erro, boa alimentação não quer dizer comer em excesso, muito pelo contrário, isso pode ser prejudicial para seu cãozinho por desenvolver mais tarde obesidade.

Cada marca de ração para cachorro contém um número diferente de calorias, por isso saber qual a quantidade de ração dar ao seu cachorro é essencial. 

Para servir a quantidade de ração adequada ao seu animalzinho mais uma vez saber a raça de seu pet é primordial.

Um cachorro de porte pequeno terá menos necessidade de se alimentar várias vezes no dia diferente de um cachorro de porte grande. Para evitar a desnutrição em seu cãozinho, você precisa aprender com antecedência como saber se seu filhote de cachorro é de raça grande ou pequena.

Sabendo disso com antecedência você poderá ministrar a quantidade adequada de ração para seu cachorro sem causar desnutrição nem contribuir para o desenvolvimento de obesidade em seu pt

 Um cãozinho bem alimentado e saudável é muito mais fácil ensiná lo e adestra lo. Aliás, o adestramento de seu cãozinho precisa ser feito já nos primeiros meses de vida, sempre respeitando seus limites.

 

A primeira coisa que o cãozinho deve aprender é o seu nome. 

Dar nome ao seu cachorro e um momento especial, é o momento onde você passará a mostrar ao seu cãozinho que é por esse nome que você e ele passarão a se comunicar.

Porém esse nome não deve ser qualquer nome, precisa ser um nome que faça sentido para você pois esse nome fará com que você e seu querido cãozinho passem a ter um maior elo afetivo

O nome não precisa ser elaborado, basta ser especial para você, é o nome que com amor e carinho você deseja que esse cachorrinho seja conhecido e chamado por você, pelos membros de sua família e amigos

Dar nome para cachorro parece ser uma tarefa fácil, mas não é. Isso porque quando vamos escolher um nome para cachorro ficamos encantados com tantas opções

No entanto existem nomes de cachorro que combinam melhor com cachorro pequeno, outros que combinam com cachorro grande e os que combinam com cachorro fêmeas e machos

Nesta página separamos a você uma lista com nomes de cachorros mais populares no Brasil que irão te encantar. Depois de escolher o nome do seu cachorro o próximo passo é procurar saber como  ensinar seu cachorro a entender  seu nome.